+ sexta-feira, julho 05, 2002 +

"Se a vida lhe dá limões, faça uma limonada"
(mamy - no dia 02/07, buscando eu e a Aerath no ensaio)



É, os ensaios valeram a pena. Nunca me senti tão tranqüila e feliz como no dia 03/07. Cada dia que passa eu amo mais essa cidade. Capital do trabalho e da cultura. Toledo é um lugar legal, sei lá, eu gosto daqui... quando mudei para cá, eu achei que não seria muito bom. Engano, não é bom...é ótimo. Finalmente comecei meus projetos, vi meus sonhos virando realidade aos poucos. E no dia 03 mais um sonho mostrou sua face, e o melhor...no Teatro Municipal (2º maior do Paraná).

Eu estava ao lado das outras duas violinistas (Larissa e Nataly), e com a tecladista (Libina) esperando nossa vez. Entramos no palco sorrindo, não havia motivo para tristeza. O profº Diogo (Yuusuke, prof de violino) tocou contra-baixo na mesma música (meu baixo!), violão foi com um garoto que eu não sei o nome, e a bateria ficou com o Baia (iau! Ele toca muito bem!). Tocar violino novamente no teatro foi muito bom.

Parece que foi há cinco minutos que ouvi o Profº Darsyzio anunciando "Futsuu no Nichyoubi"... e eu entrando, a Aearth junto...o garoto entregando os microfones... o público...e uma garotinha apontando para minha gravatinha de Minnei ^^; achei uma fofura :P dessa vez a Aerath não tropeçou em nada! Preciso pegar a foto que tiraram. Céus, eu quero cantar lá de novo!! Depois ajudamos no backing da música "Primeira Estrela", foi divertido! (Hahaha, sei la, lembrei da Aerath no ensaio de segunda: "vai dar tudo errado, sempre dá errado, sempre acontece alguma coisa ruim! Vai dar microfonia! Cara, sempre acontece! Não adianta, eles vão errar a música!"... eu: "...¬¬; shiu, pára, caramba ¬¬; vai dar tudo certo, ninguém vai errar nada, que coisa, mulher!"... ela: "vai é dar tudo err..." -> eu: "shiu! ^__^" ela: ¬¬;" tá doido, que pessimismo :P tive vontade de enforca-la :P).

Ontem eu fui visitar o pessoal na escola de música Guitar&Drums, onde eu estava fazendo aulas de contra-baixo. Conversei bastante com o prof de bateria, o Jean, e ele me contou que agora tem uma aluna de bateria e que ela quer muito tocar, formar uma banda. Ele está passando "Last Kiss" para ela, e me convidou para um dia ir conhece-la e cantar a música, fazer um ensaio no estúdio da escola. Provavelmente a Aerath vai tentar tocar a música no violão, e o Diogo o contra-baixo, a garota na bateria e eu arriscando no vocal. E quem sabe gravar.

Mas a maré de sorte estava indo muito bem, até eu receber a notícia de que talvez não vamos poder cantar no dia 20/07. Talvez só em agosto. Lindo, não? Mas, tudo bem... vamos dar um jeito.

Hoje eu andei bastante, Yogensha-san pediu para eu levar o celular dele para trocar o número, pegar umas coisas no advogado blabla. E, ouvindo música no discman, percebi certas coisas que eu havia esquecido de olhar durante um tempo. Esquecido? Talvez eu tenha passado com muita pressa. O lago estava lindo, o céu cinzento, o sol lutava para vencer as nuvens, a música...eu fiquei estranhamente feliz com isso. Algumas pessoas estavam sentadas, conversando, outras passeavam por lá. E eu estava com um pouco menos de pressa. Pensei em parar e ficar ali a tarde inteira, mas tinha o que fazer. Então, amanhã eu vou dar um jeito de sentar e ficar jogando pedrinha no lago. Ou alugar um cisne (aqueles pedalinhos) e dar uma volta pelo lago :P mas sozinha cansa! Hummm... vou achar alguém para pedalar. ^_^ É isso aí. Eu estou melhor, bem melhor. As vezes tenho vontade de mandar tudo para p...q...p....mas é apenas uma fase. All right!

"What can I do, I ask?
There's nothing left to say
What can I do, I ask?
There's nothing left to say
Why am I here?
Why am I lost?
Where is love?
Lead me with your light!

Heading for the sun
Leave the sadness behind
Crossing oceans dry
Deep inside I go!"

(Spirit Dreams Inside - L'Arc~en~Ciel)

+ Layene andou por aqui... 22:49 (+)

...
+ Layene andou por aqui... 21:12 (+)

..........................

+ segunda-feira, julho 01, 2002 +

...Eyes on me....


"Darling, so there you are
With that look on your face
As if you're never hurt
As if you're never down
Shall I be the one for you
Who pinches you softly but sure
If frown is shown then
I will know that you are no dreamer

So let me come to you
Close as I wanna be
Close enough for me
To feel your heart beating fast
And stay there as I whisper
How I loved your peaceful eyes on me
Did you ever know
That I had mine on you?...."

+ Layene andou por aqui... 23:59 (+)

"Eyes on me..."





Não consigo perguntar. Não mesmo. Quero muito perguntar: "Afinal, o que eu fiz?".
Mas não tem como. Ultimamente eu queria dizer tantas coisas, tantas palavras ainda sufocadas em minha alma! Céus, eu quero um motivo! Sim, um motivo apenas, preciso saber o que está acontecendo. Você calado, eu mais ainda. Desculpa se eu não quis levantar para assistir o jogo com o pessoal, oras... eu acabaria deixando todos chateados, sem querer. Foi isso? Ou existe mais além? Quero saber o motivo de você estar me olhando diferente, onde está aquele brilho? Onde está aquele sorriso que sempre me encantou, desde a primeira vez? O que está acontecendo...? Sinto você tão longe, mesmo tão perto de mim... você deve estar dormindo...e eu aqui, acordada, sem sono, com vontade de gritar. Gritar, jogar tudo isso que me prende para fora! Eu preciso cortar essa corrente que me prende novamente no chão, você estava soltando...

Tanta coisa está acontecendo... e as vezes eu vejo o dia passar diante de meus olhos, e o que eu fiz? Nada. Sim... e por que eu ainda sonho que amanhã será um dia melhor? Não sei. Apenas desejo acreditar que será, apenas... isso. E quem sabe amanhã eu possa olhar nos seus olhos, ver o brilho, e abraça-lo sem dizer nada. É permitido? Espero que seja.

Eu estou paranóica...! Senti um pouco de ciúmes, mas um ciúmes bobo...eu sei que é. Claro que sei. Raramente eu sinto isso, mas hoje senti... por favor, deixe-me abraço-lo antes que você esteja longe dos meus braços. Por favor, deixe-me olhar o seu sorriso mais uma vez, pois não quero viver em um mundo sem ele... deixe-me encostar minha cabeça em seu peito, ouvir seu coração...deixe-me sentir como se eu estivesse me olhando em um espelho...sabendo que realmente sente o mesmo......... o que? Você realmente sente o mesmo...? Então diga-me com os lábios encostados em meu ouvido, deixe-me saber isso... deixe-me chorar novamente, de felicidade, de alegria...! E desculpa, se não sou um anjo... desculpa, se sou apenas uma humana, uma mortal....que precisa dizer o quanto você é importante....


+ Layene andou por aqui... 23:54 (+)

..........................






"the snow in the air
to sing me a lullaby
my winter, come hither to me

the dark nights to come
so, kiss me for good-bye
the grace of the godland is near to you

show me the flowers invisible
sing me the hymns inaudible
the wind is my voice
the moon is my heart
come find me, I'm on every hills and fields
I'm here... ever your near..."


(Noir - Lullaby)


Meu humor atual - i*Eu

Blogs

PROTECTION
Whispers in my head
In limbo
4 5 6
Dead Men Tells No Tales
Snow Flower
Blergh
Versteckte Augen
Fear of Dolls
V1rtu4l 3uc4lyptus
Life Sux
Poemas do Quarto
Bard's Tale
Behind the Mirror
Pink Diary Kawaii
Anja...
Quarentena
Heaven of Demons...


Links

Neo Moon Ghost
Dúvendor

Samurai Warrior

Blind Guardian

Steel Warrior
X Japan Elfwood
Absolute Shakespeare


Email

laylayere@hotmail.com

Blogger

Layout por Mylinha!

800 x 600, IE 6.0+