+ quinta-feira, julho 25, 2002 +

....


São 6:52pm...estou esperando. Ainda não chegou. É estranho, eu me sinto tão feliz...eu passei o dia feliz, rindo, cantando, brincando...feliz. Finalmente, é como me sinto. Também estou nervosa, esperar nunca foi a coisa que eu mais gosto. Sinto um frio na barriga, procuro as palavras certas para falar...e mesmo assim, acho que falarei tudo diferente na hora. O importante é que eu sei o motivo dessa conversa, mas não sei como ela vai terminar. Com lágrimas, com um terno sorriso, ou apenas...com um "sayonara, nos vemos por aí".

Nada ainda...6:54pm...certo, a conversa está marcada para 7:00pm. Estou ouvindo "Good-bye", hide, instrumental...linda, linda. Não sinto vontade de chorar, afinal, hoje eu vou me libertar de uma corrente que há algum tempo estava prendendo meu coração com frieza, estava machucando minha alma com palavras rudes. Hoje falaremos (putz, começou a tocar Lullaby...) com calma, colocando as cartas na mesa, vamos tentar não jogar a culpa um para o outro, ok? Pois não existe culpado, existe apenas fatos que nos levaram ao fim. Momentos que nos deixaram distantes, (the wind is my voice...the moon is my heart...) tristes, frios...não precisamos mais desses sentimentos. Então, por favor, sorria. Eu ainda não sei direito como vou agir se te ver chorando, o que eu vou dizer? Por favor, não chore...por favor...não levante a voz...não diga que tem como continuar, pois não tem. Hoje minhas palavras não ficarão presas, sem conseguir sair... tentarei usa-las como pétalas de rosas, e não como uma espada negra... não quero te machucar, e também não quero mais me machucar...

Que besteira, você nem vai ler isso.

Céus, 7:03pm...vou ler alguma coisa...estou ouvindo Lullaby de novo, e essa música entra em meu coração e em minha mente de uma maneira incrível. Vou esperar...e depois postar...

Aiai, 7:11pm. Isso está se tornando muitooo chato. Não estou afim de ler. Vou jogar Taipei.

Hahaha, eu estava jogando Taipei, 7:15pm, mas aí começou a tocar Walk Like a Man! Wow, eu acho essa música legal. Walk like a mana, talk like a man... sugoi, sugoi. Ok, vou voltar para o Taipei.

"I WAAANT TO FLYYY..." e são 7:24pm. Pooo...cansei de jogar Taipei, vou arrumar outra coisa para fazer...vou...hum...sei lá, vou dar uma volta pela casa.


São 9:26pm...já terminou...durou mais de 1hora....cara...não tenho o que falar agora. Pensei que seria mais fácil...pensei que entenderia...mas acho que não esperava....

+ Layene andou por aqui... 21:21 (+)

..........................

+ terça-feira, julho 23, 2002 +

"so, kiss me for good-bye..."




Sayonara. Sayonara, apenas. Um dia foi como uma grande chama que aquecia meu coração aflito nos dias frios, agora... congelou minha alma, mesmo nas tardes mais quentes. Quando está perto sinto-me pesada, fria, presa. E longe é como se eu pudesse abrir os braços, fechar os olhos, e voar...ser livre. Sayonara. Não diga que estou estranha, não diga que isso passa, pois não passa. Não mais. Não agora. Sayonara. Apenas, olhe, sorria, e ria. É o que podemos fazer, não é? Vamos rir do que foi divertido, e aprender com o que foi triste. Levante a cabeça, eu estarei te olhando para pedir desculpas e para dizer...sayonara. Nos vemos por ai?

Estava agindo como uma tola revoltada com os fatos e com o que me diziam. Agora eu só quero abrir os olhos e ver que a tempestade passou, e que o sol trouxe uma felicidade imensa... com as estrelas chegou, e com elas partiu...para um dia voltar. Nesse dia, segure minha mão e dance comigo. Olhe nos meus olhos como se não existisse nada em volta, nada além da lua, das estrelas, da melodia do vento e da dança...

Ontem, depois de levar a Ki-chan, o Moon e o Zero na rodoviária, eu chorei como uma criança que perdera seu ursinho. Cheguei em casa, fechei a porta do quarto e chorei muito. Ouvindo Loreena McKennitt, tirei uma pétala de cada cor das flores que recebi e guardei. Puxa, Ki-chan, me senti tão estranha dormindo na cama. Eu gostaria mais de estar no colchão, no chão, vendo você dormir na minha cama...não eu. Abracei forte a Hello Kitty e o Jeff-kun, e pedi para que voltassem, mas acabei pegando no sono. Quando acordei senti meu quarto vazio. Sentei na cama e olhei para o chão, sua mala não estava mais ali... acordei do sonho. Mas, as flores ainda estavam e junto as lembranças dos momentos...hei, row row row...e uma garrafa de vinho...

Hoje eu fui na Casa da Cultura, falar com a professora Neusa. Conversei muito com ela, muito mesmo...e adorei. Dei uma volta pelo lago, estava tão lindo. Queria muito que vocês tivessem visto ele como eu vi hoje. "Uma garrafa de vinho!", seria perfeito.

Minhas costas, meu braço esquerdo, minha perna esquerda e meu tornozelo estão doendo. Mas, tudo bem! Valeu a pena! Nunca me diverti tanto. Quando isso vai acontecer novamente?

Pensei bastante, conversei com meu padrasto também. Não vou fazer a faculdade de filosofia de manhã, como ele mesmo disse, eu ficaria muito estressada e esgotada. Oras, fazendo publicidade a noite está ótimo. Quando eu estiver no terceiro, quarto, ano, eu começo outra. Até lá, tenho outros planos. Mas decidi que vou acordar mais cedo e ir treinar no lago, fazer exercícios. É isso aí.

Uia, uia...gomen pelo post longo..! E aleatório..! Ou..sei lá! Só mais uma coisa aleatória...putz, como eu gosto de "Eyes on Me" e "Lullaby"...

"show me the flowers invisible
sing me the hymns inaudible
the wind is my voice...
the moon is my heart...
come find me, I'm on every hills and fields
I'm here... ever your near...
(sing for your love, gone so far in the past)
(pray for the world, that you may rest in peace)"

(Lullaby - NOIR)


+ Layene andou por aqui... 22:51 (+)




I never sang my songs
On the stage, on my own
I never said my words
Wishing they would be heard
I saw you smiling at me
Was it real or just my fantasy?
You'd always be there in the corner
Of this tiny little bar

My last night here for you
Same old songs, just once more
My last night here with you?
Maybe yes, maybe no
I kind of liked it your way
How you shyly placed your eyes on me
Oh, did you ever know
That I had mine on you?

+ Layene andou por aqui... 00:02 (+)

..........................






"the snow in the air
to sing me a lullaby
my winter, come hither to me

the dark nights to come
so, kiss me for good-bye
the grace of the godland is near to you

show me the flowers invisible
sing me the hymns inaudible
the wind is my voice
the moon is my heart
come find me, I'm on every hills and fields
I'm here... ever your near..."


(Noir - Lullaby)


Meu humor atual - i*Eu

Blogs

PROTECTION
Whispers in my head
In limbo
4 5 6
Dead Men Tells No Tales
Snow Flower
Blergh
Versteckte Augen
Fear of Dolls
V1rtu4l 3uc4lyptus
Life Sux
Poemas do Quarto
Bard's Tale
Behind the Mirror
Pink Diary Kawaii
Anja...
Quarentena
Heaven of Demons...


Links

Neo Moon Ghost
Dúvendor

Samurai Warrior

Blind Guardian

Steel Warrior
X Japan Elfwood
Absolute Shakespeare


Email

laylayere@hotmail.com

Blogger

Layout por Mylinha!

800 x 600, IE 6.0+