+ quarta-feira, setembro 25, 2002 +

"Tempo, esperar, Mirai. "





Até logo, até já.
Que saudades, que saudades.
Sinto meu coração pedir por mais dois dias, mais duas horas, mais dois minutos... dois segundos? Não é possível no momento. Então, o que posso fazer na hora de dizer "até breve"? Um abraço, um beijo, palavras sussurradas com carinho. Coloco minhas mãos nos bolsos da calça e fico ali parada, vendo alguém que eu simplesmente adoro ir para longe de meus braços novamente. E o que posso fazer? Sorrir, desejar, acenar... "até breve"... eu estou te esperando...
Esperar...
Sim, eu estou te esperando novamente.
Para um abraço.
Para um beijo.
Para ouvir e dizer palavras.
Para sorrir.
Rir.
Brincar.
Lutar.
Sonhar.
Dançar...

E agora a noite passa lentamente. A linda lua no céu continua mudando sua fase lentamente. Os minutos são tão lentos. Mas, quando fecho meus olhos e lembro das cenas divertidas e felizes, os minutos voam como pássaros em uma tarde de primavera. Pássaros que enfeitaram o céu na tarde de domingo, com um pano de fundo de nuvens rosas. Como um sonho. Era um sonho?
Não... não era.

Hoje não tenho vontade de dormir, nem vontade de ficar acordada. Apenas quero que o tempo passe, corra, voe! É fim de setembro, logo passa outubro... novembro... dezembro... ah, janeiro!

Amanhã vou tomar sorvete com a B-chan e com o Tiago. Precisamos criar algumas propagandas para rádio, sorvete ajuda? Ah, deve ajudar.

Saudades.
É isso aí.
Não passou nem 12 horas e eu já estou morrendo de saudades.
Senti saudades assim que o vi entrar no ônibus.
Senti sua falta quando entrei no carro.
E deitei na cama quando cheguei em casa, ouvindo uma música de algum anime que não sei o nome.
E quando a saudade estava invadindo ainda mais, gotinhas caindo no travesseiro, a B-chan me ligou.
B-chan, obrigado por ligar.

Cara, eu não estou triste.
Estou com saudades.
É estranho, é único, é assim.

Simplesmente saudades.

"Deaeta koto sae mo
Kiseki to yonde ii
Tomo ni hashitta tsukihi o subete
Hokori ni dekiru kara

Pode chamar de milagre
As coisas com que me defrontei
Porquê alcançamos com orgulho
Este amanhã que juntos perseguimos


Arukidasu
Kono mune no kienu hoshi
Tsurete iku yo

Vou caminhando
Vou levando comigo no peito
Uma estrela que não se apaga


Kitto sayonara wa piriodo ja nai sa
Eien no saka o nobotte yukeba
Kimi to mata aeru

Certamente o adeus não é para sempre
Se escalar a montanha da eternidade
Vou me reencontrar com você


Kyou no sayonara wa mirai no hajimari
Kokoro nara ore wa soba ni iru sa

O adeus de agora é o início do futuro
Se for de coração, estarei ao seu lado..."

(Sayonara wa Mirai no Hajimari - Yu Yu Hakusho)

+ Layene andou por aqui... 23:40 (+)

..........................






"the snow in the air
to sing me a lullaby
my winter, come hither to me

the dark nights to come
so, kiss me for good-bye
the grace of the godland is near to you

show me the flowers invisible
sing me the hymns inaudible
the wind is my voice
the moon is my heart
come find me, I'm on every hills and fields
I'm here... ever your near..."


(Noir - Lullaby)


Meu humor atual - i*Eu

Blogs

PROTECTION
Whispers in my head
In limbo
4 5 6
Dead Men Tells No Tales
Snow Flower
Blergh
Versteckte Augen
Fear of Dolls
V1rtu4l 3uc4lyptus
Life Sux
Poemas do Quarto
Bard's Tale
Behind the Mirror
Pink Diary Kawaii
Anja...
Quarentena
Heaven of Demons...


Links

Neo Moon Ghost
Dúvendor

Samurai Warrior

Blind Guardian

Steel Warrior
X Japan Elfwood
Absolute Shakespeare


Email

laylayere@hotmail.com

Blogger

Layout por Mylinha!

800 x 600, IE 6.0+